Gapi vai impulsionar ambientes promotores de inovação

12 nov de 2021 - por: shorst

O Governo do Estado, por meio da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), vai lançar na próxima terça-feira, 16, o Programa de Residência Técnica em Gestão de Ambientes Promotores de Inovação. O evento será no Cilla Tech Park (CTP), às 15 horas, em Guarapuava, na região Centro-Sul do Paraná. A transmissão pode ser acessada por este link.

Com apoio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), a iniciativa contempla um curso de especialização com o mesmo nome, ofertado na modalidade de ensino a distância (EAD), pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), com acompanhamento da Universidade Virtual do Paraná (UVPR). Denominado Restec Gapi, o objetivo é formar e capacitar gestores para atuar no ecossistema de inovação, principalmente nos parques tecnológicos instalados no Paraná.

Segundo a coordenadora de Ensino Superior da Seti, Gisele Onuki, essa nova residência técnica foi motivada pelo Sistema Estadual de Parques Tecnológicos do Paraná (Separtec).

“A proposta é compreender os impactos relativos à competitividade, promovendo o Paraná como modelo de eficiência na gestão pública, e fortalecendo a interação entre as universidades, empresas, governo e demais atores do ecossistema de inovação do Estado”, destaca.

Ela explica que o programa também deve proporcionar a profissionais recém-formados a possibilidade de desenvolver atividades práticas e liderar processos inovativos, contribuindo em aspectos estratégicos para o Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Paraná.

VAGAS

Serão selecionados 20 residentes técnicos, graduados nos últimos três anos, nos cursos de Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito e Engenharia da Produção. Os profissionais serão lotados em instituições vinculadas ao Poder Executivo Estadual, na Capital e em cidades do Interior paranaense.

A lista dos órgãos é composta pela Seti, Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), além dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) das sete universidades estaduais – Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), Oeste do Paraná (Unioeste), Unicentro, Norte do Paraná (Uenp) e Estadual do Paraná (Unespar).

O programa prevê ainda 40 vagas no Curso de Especialização para servidores e empregados públicos; e 60 vagas para os agentes do ecossistema de inovação paranaense.

SETOR

Dados do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Paraná (Sebrae/PR) apontam que o número de ambientes de inovação em todo o território estadual passou de aproximadamente 25, em 2018, para mais de 100, no início de 2021 – um incremento em torno de 300%.

Os espaços incluem incubadoras, aceleradoras, hubs, coworking, centros de pesquisa e desenvolvimento, assim como os parques tecnológicos.

DEMANDA

Os ambientes promotores de inovação demandam profissionais que criem sinergia entre o setor produtivo empresarial e as instituições científicas e tecnológicas (ICTs), incluindo nesse grupo as instituições de ensino superior (IES). A ideia é impulsionar e aumentar a competitividade de empresas de base tecnológica, possibilitando o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores, além de atrair novos investimentos e gerar emprego, trabalho e renda.

 

Informações sobre o curso e Restec aqui.


Compartilhe

Comentários sobre esta notícia



Entre em Contato

    Atendimento de segunda a sexta-feira, das 9 às 18h
    (42) 3621-1348
    Envie-nos suas dúvidas
    nead@unicentro.br
    Rua Padre Salvador, 875 - Santa Cruz
    Cx. Postal 3010 - CEP: 85015-430 - Guarapuava (PR)