Unicentro passa por processo de recredenciamento da modalidade da educação a distância

4 mar de 2016 - por: jstanczyk

Peritos do Inep permanecem na universidade por três dias

Peritos Inep

Avaliadores do Inep são recepcionados na sala dos Conselhos Superiores no campus Santa Cruz. Da esquerda para a direita: Jorge Abel Flores (UFSM), Darci Trebien (UFSC) e Aricio Treitinger (UFSC).

Três peritos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, o Inep, estão na Unicentro, desde quarta-feira (2), para avaliar a atuação da universidade na modalidade de educação a distância.  A visita faz parte do processo de recredenciamento da Unicentro pelo Conselho Nacional de Educação, que exige regularmente, de cinco em cinco anos, das instituições cadastradas uma prestação de contas das atividades desenvolvidas em EaD. O objetivo é garantir a qualidade do ensino na modalidade.

A Unicentro oferta cursos de graduação e pós-graduação a distância desde 2005. Durante estes onze anos, a modalidade cresceu dentro da instituição, passando de apenas um curso – a licenciatura em Ciências Biológicas – para treze, entre graduações e pós-graduações, atendendo aproximadamente 3 mil alunos espalhados por todo Paraná.

A visita dos avaliadores é a segunda parte de um processo que iniciou com um pedido da própria Unicentro para ter o recadastramento efetuado. O presidente da comissão dos peritos, o professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Darci Trebien, explicou que a partir dos trabalhos conduzidos dentro da Unicentro será gerado um relatório completo que irá para uma comissão deliberativa do Inep. “Nossa visita à instituição segue uma série de procedimentos orientados pelo Inep. Nos reunimos com dirigentes, conhecemos fisicamente as instalações e dialogamos com todos os segmentos”, disse.

O reitor da Unicentro, Aldo Nelson Bona, lembrou que um processo avaliativo dessa natureza não leva em conta apenas a atuação da Unicentro em relação a EaD, mas a universidade como um todo. “É o momento em que aquilo que estamos fazendo sofre o crivo de um observador externo, a partir de um diálogo com pessoas que tem um treinamento específico para avaliação e tem também a vivência acadêmica para fazer esse julgamento”, disse o reitor. Aldo lembrou ainda que o processo avaliativo serve para aprimorar internamente o trabalho da universidade. “ Temos a expectativa não apenas de obter o recredenciamento, mas que a troca de informações possa nos sugerir caminhos para fazer melhor o que estamos fazendo”, completou.

No período que antecedeu a recepção dos peritos, a equipe do Núcleo de Educação a Distância (Nead) trabalhou juntamente com todas as pró-reitoria e diretorias para articular as diversas documentações necessárias para o processo. “Desde o nosso primeiro credenciamento o Nead evoluiu nos números, seja de alunos e colaboradores. Mas, o que eu vejo de mais positivo, foi o fato da universidade ter abraçado  a modalidade EaD. Não somos algo isolado da instituição, avançamos muito em relação a isso”, afirmou a coordenadora do Nead, Maria Aparecida Crissi Knüppel.


Compartilhe

Comentários sobre esta notícia



Entre em Contato

Atendimento de Segunda a Sexta-feira, das 9h às 18h.
42 3621-1095 I 42 3621-1348
Envie-nos suas dúvidas ou sugestões
nead.unicentro@gmail.com
Rua Padre Salvador, 875 - Santa Cruz
Cx. Postal 3010 - CEP 85015-430 - Guarapuava - PR